HOME
VALENÇA
GUAIBIM
COMO CHEGAR
PRAIAS
RIOS-CACHOEIRAS
ACOMODAÇÕES
RESTAURANTES

PASSEIOS

NIGHTLIFE
AGÊNCIAS
CARROS-ALUGUEL
INFORMÁTICA
CULTURA
FESTAS
HISTÓRIA
ECOLOGIA
NUMEROS ÚTEIS
LINKS
 
COSTA DO DENDÊ
MORRO
BOIPEBA

 

 

O AEROPORTO INTERNACIONAL 'BOM JARDIM'
'Inauguração do Aeroporto Bom Jardim vai incrementar o turismo no sul da Bahia'
TEXTO: Revista CHECK IN ano 4 - N° 41 (julho-2000 p.30-31)
e-mail: checkin@rio.com.br
Quando desembarcou de um vôo entre São Paulo e Valença, Bahia, empresaria Valeria Faz foi surpreendida por uma calorosa recepção.
Ela, a primeira a descer, foi também a primeira a ser cumprimentada pessoalmente pelo senador baiano Antônio Carlos Magalhães e pelo governador César Borges. O vôo da Nordeste Linhas Aéreas que trouxe Valeira e outros 107 passageiros de Congonhas, São Paulo, para o Clube Mediterranée, na Ilha de Itaparica, inaugurou oficialmente o Aeroporto de Valença, nova porta de acesso a um dos mais efervescentes pólos turísticos da Bahia. Valença passa a abrigar o terceiro maior complexo...
(CONTINUE EM BAIXO ..)
 
     
  
...aeroportuário do Estado. A construção do aeroporto, orçada em R$5,5 milhões, foi resultado de parceria firmada entre o Governo da Bahia, o Ministério da Aeronáutica e o grupo MPE - Montagens e Projetos Especiais, ao qual pertence a Valença da Bahia Maricultura S/ª A própria MPE vai operar o aeroporto. A solenidade de inauguração também contou com a presença de Fernando Perrone, presidente da Infraero, Waldeck Omélas, ministro da Previdência, Renato Abreu, presidente da MPE, David Fischel, diretor da empresa, do brigadeiro William Barros, comandante do Comar II, e do brigadeiro Renilson Ribeiro Pereira, chefe do subdepartamento técnico do DAC. A pista de pouso do Aeroporto de Valença tem 1.800 metros de comprimento, 30 metros de largura e, por medida de segurança, mais 60 metros em cada cabeceira. O pátio de estacionamento de aeronaves tem 12.000 metros quadrados. Valença tem condições de receber aviões do tipo Boeing 767 e outros do mesmo porte. A sensação na comunidade de Valença e nas demais cidades da região conhecida como Costa do Dendê é de expectativa. Especialistas calculam que a construção do aeroporto vá aumentar em cerca de 50% o turismo na região. Lugares como Morro de São Paulo, a Praia de Guaibim e outros pedaços de costa paradisíacos já atraem uma multidão. Só no ano passado foram 161 mil visitantes. "Valença é hoje uma cidade visitada por gente de todo o mundo", conta o secretário municipal de Cultura e Turismo, Nadilton Matos. No livro de visitação da cidade há registros de turistas argentinos, italianos, ingleses e, é claro, brasileiros de toda parte. A localização do aeroporto é estratégica. Depois de desembarcar, o turista levará 10 minutos para chegar ao atracadouro de Ponta do Curral - que também foi reformado. De lá, são outros 15 minutos de lancha até Morro de São Paulo, a pérola do turismo local. Na Costa do Dendê, águas cristalinas mal cobrem belas faixas de corais. A região, no arquipélago de Tinharé, a 100 quilômetros ao sul de Salvador, tem dezenas de pousadas e hotéis, restaurantes, supermercados, terminal hidroviário e pistas para pouso e decolagem de aeronaves. Em breve, turistas do mundo inteiro atras desse paraíso baiano vão poder passar pelo Aeroporto de Valença. O novo aeroporto começou a operar com a rota Congonhas/Galeão/Porto Seguro/Valença/Salvador três vezes por semana. Os administradores do complexo estão se organizando para permitir que Valença passe a receber também vôos internacionais - a ligação com a Argentina é dada como certa. Já está sendo preparada a estrutura necessária de imigração, alfândega e saúde. "Dois grandes destinos, Itaparica e a Costa do Dendê, juntos, darão retorno positivo ao fluxo turístico da Bahia", disse o governador César Borges.